0

Resumo do Carrinho

    KIT MONTE SUA CLÍNICA

    KIT MONTE SUA CLÍNICA



    Por:
    R$ 468,35

    R$ 444,93 à vista com desconto
    ou 12x de R$ 39,03 Sem juros

    Produtos do kit

    Ver todos os produtos do kit
    Simulador de Frete
    - Calcular frete
     

    SINOPSE Sua finalidade é ajudar no treino de terapeutas e de crianças/adolescentes a diferenciar as respostas emocionais, comportamentais e fisiológicas, a partir de uma atividade lúdica. CONTÉM - 18 cartas especiais. - 6 curingas. - 6 cartas "respostas emocionais". - 6 cartas "respostas comportamentais". - 6 cartas "respostas fisiológicas". - 27 cartas exemplo de respostas emocionais. - 27 cartas exemplo exemplo de respostas comportamentais. - 27 cartas exemplo de respostas fisiológicas. INDICAÇÕES - Indicado para crianças acima de 7 anos. - Participantes: 2 a 8 jogadores. AUTORA Fabiana Gauy Peso: 170g


    SINOPSE Este jogo foi criado a partir de alguns construtos da Terapia Cognitivo Comportamental, bem como de técnicas adaptadas para crianças com idade superior a seis anos, é uma forma lúdica e divertida de acessar o mundo infantil e ajudar crianças a lidar com suas dificuldades. O jogo transforma situações/problemas em metáforas encantadas para entrar no mundo dos pensamentos e da compreensão infantil. O QUE VOCÊ ENCONTRA NESTE RECURSO TERAPÊUTICO - 1 tabuleiro. - 4 astronautas. - 1 dado. - 100 pedras espaciais. - 30 pedras da Lunna. - 30 estrelas de Hélio. - 25 cartas desafio. - 15 cartões cenas. - 14 cartinhas de emoções secundárias. - 1 Roleta e Manual. CONHEÇA A AUTORA Isadora Pilger Martha Ludwig DADOS TÉCNICOS Peso: 393g.


    RESENHA Este jogo foi desenvolvido a partir da prática clínica com crianças que vivenciavam conflitos no âmbito familiar e da prática jurídica em perícias psicológicas para varas de família. Nasceu da necessidade de instrumentalizar a avaliação da dinâmica familiar e das habilidades parentais. INDICAÇÃO: Este jogo é recomendado para crianças verbais acima de 4 anos. Pode ser utilizado em psicoterapia infantil, terapia de família ou em contexto que sejam relevantes à avaliação de habilidades parentais. SOBRE AS AUTORAS Camila Stor de Aguiar Psicóloga Clínica e Professora Universitária, graduada pela UFPE. Mestre em Neuropsiquiatria e Ciências do Comportamento pela mesma instituição. Especialista em Terapia Comportamental Cognitiva pelo Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de São Paulo. Faz parte da diretoria da Associação de Terapias Cognitivas de Pernambuco. Professora universitária e cofundadora da plataforma ComportalMente. Nathália Della Santa Melo Dantas Mestre em Neuropsiquiatria e Ciências do Comportamental pela UFPE. Psicóloga do Tribunal de Justiça de Pernambuco. Psicóloga Clínica com formação em Terapia Cognitivo-Comportamental.


    Desde a infância, a forma como o individuo se relaciona com os outros influencia no desempenho acadêmico e em todos os aspectos de sua vida. Nesse sentido, ter um bom repertório de habilidades sociais tem sido considerado um fator de proteção para a criança (Ferreira & Marturano, 2002). Para que haja uma convivência cotidiana agradável por meio da qual a pessoa possa desenvolver amizades e obter status no grupo com colegas e adultos, ela necessita de um repertório razoável de habilidades sociais, como: comunicação, expressividade e desenvoltura nas interações. Caso contrário, pode haver um comprometimento nestas relações gerando sofrimentos desnecessários (Del Prette & Del Prette, 2011). O Socializa-se: um jogo para aprender a se relacionar, é um jogo terapêutico composto de cartões ilustrados, cartas-respostas e quadro de pontuação de cores, além de outros materiais que apoiam os jogadores na aprendizagem de novos comportamentos sociais. O objetivo do jogo é é abordar pensamentos e emoções típicas de crianças diante de cenas e contextos sociais específicos, bem como educar sobre o comportamento assertivo nessas situações. Através do jogo, a criança é convidada a pensar sobre qual comportamento deverá realizar frente à situação apresentada através de um cartão ilustrado, como, por exemplo: "Como você faria se encontrasse um cachorrinho perdido na rua?". Dessa forma, o jogo estimula a criança a pensar em novas possibilidades de agir em formas diferentes de refletir quando estiver frete a uma situação que lhe ative um comportamento impulsivo/agressivo e proporciona, através da encenação, treinar suas habilidades sociais. CONTEÚDO 21 Cartões ilustrados com cenas e contextos (9X6 cm) 48 Cartas-respostas com comportamentos passivos, agressivos e assertivos (4,5X6 cm) 03 Fichas de voto 01 Termômetro de humor 04 Cartas com emoções 01 Manual de instruções SOBRE AS AUTORAS Andressa Henke Bellé Mestre em psicologia pela UFRGS, especialista em psicoterapia cognitivo comportamental pela Universidade do Rio dos Sinos (UNISINOS), graduação em psicologia pela UNISINOS, realizou curso de psicoterapia cognitiva no Beck Institute, sócia-proprietária do Instituto do Comportamento. Coordenadora do projeto socializa-se Elisabete Schuh Graduada em psicologia pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS). Membro da Comissão Organizadora de Cursos do Instituto do Comportamento. Atuou como Diretora de Arte no segmento gráfico por mais de 10 anos na região do Vale do Rio dos Sinos. Coordenadora do Projeto Socializa-se.


    SINOPSE Os avisos de porta da Ric Jogos vem em dois modelos: um para meninas e outro para meninos. Este recurso pode ser utilizado em contexto clínico e/ou familiar. Seu objetivo é de auxiliar no trabalho com a criança sobre suas emoções, identificando a forma como ela se sente no dia. O QUE VOCÊ ENCONTRA NESTE RECURSO TERAPÊUTICO Kit com três placas de porta com as emoções primárias (meninas): - Alegre/Triste - Amor/Medo - Nojo/Raiva INDICAÇÃO DE USO O psicólogo pode deixar as plaquinhas do lado de fora da porta de sua sala e combinar previamente com a criança de que, enquanto aguarda na sala de espera, ela escolha uma placa que ilustre a emoção que está sentindo. Ao entrar no atendimento, a criança pode pendurar a placa escolhida na maçaneta interna da porta. A partir disso, o profissional poderá investigar e intervir sobre esta emoção identificada. DADOS TÉCNICOS Formato: 10 x 20cm | Peso: 25g.


    SINOPSE Os avisos de porta da Ric Jogos vem em dois modelos: um para meninas e outro para meninos. Este recurso pode ser utilizado em contexto clínico e/ou familiar. Seu objetivo é de auxiliar no trabalho com a criança sobre suas emoções, identificando a forma como ela se sente no dia. O QUE VOCÊ ENCONTRA NESTE RECURSO TERAPÊUTICO Kit com três placas de porta com as emoções primárias (meninas): - Alegre/Triste - Amor/Medo - Nojo/Raiva INDICAÇÃO DE USO O psicólogo pode deixar as plaquinhas do lado de fora da porta de sua sala e combinar previamente com a criança que, enquanto aguarda na sala de espera, ela escolha uma placa que ilustre a emoção que está sentindo. Ao entrar no atendimento, a criança pode pendurar a placa escolhida na maçaneta interna da porta. A partir disso, o profissional poderá investigar e intervir sobre esta emoção identificada. DADOS TÉCNICOS Formato: 10 x 20cm | Peso: 25g.


    Fazemos parte de uma cultura globalizada, conectada e tecnológica. A partir disso, aumentamos o uso das redes, muitas vezes diminuindo demasiadamente o tempo dedicado a outras áreas da vida. O objetivo destes cards é oportunizar a observação e a reflexão sobre o equilíbrio entre o tempo conectado e o tempo dedicado às relações interpessoais. DIFERENCIAIS DA OBRA: Esta caixinha de cards é um recurso que pode ser utilizado tanto em contexto clínico quanto em contexto familiar. Utilizando de linguagem acessível, o seu conteúdo traz dicas e reflexões baseadas em evidências científicas, auxiliando na compreensão dos processos envolvidos nos hábitos do dia a dia e em como, de forma prática, repensar a rotina de uso das tecnologias e das redes sociais. Este RICARD'S dispõe de material de apoio em anexos digitais. PÚBLICO-ALVO: Crianças - a partir de 10 anos, adolescentes e adultos. SOBRE O AUTOR: Fernando Elias José (CRP 07/07040) Psicólogo clínico há mais de 26 anos. Escritor na área da Psicologia e palestrante. Mestre em Psicologia Clínica pela PUCRS e especialista em Terapia Cognitivo-Comportamental. Terapeuta certificado pela Federação Brasileira de Terapias Cognitivas. Presidente da ATC-RS Gestão 2019-2021. DADOS TÉCNICOS: Autor: Fernando Elias José Cartões: 100 Ano: 2021 ISBN: 978-65-992468-5-2


    CONHEÇA OS AUTORES: Bruno Luiz Avelino Cardoso Psicólogo, terapeuta cognitivo certificado pela Federação Brasileira de Terapias Cognitivas (FBTC) e delegado da FBTC no Maranhão. Possui formação em Ensino e Supervisão de Terapia Cognitivo-Comportamental e em Terapia Cognitivo-Comportamental para Casais pelo Beck Institute (Philadelphia, USA). Doutorando em Psicologia (comportamento social e processos cognitivos) pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) com período sanduíche na The Pennsylvania State University e com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). Mestre em Psicologia (processos clínicos e da saúde) pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), com estágio de pesquisa sobre violência e habilidades sociais na UFSCar. Especialista em Terapia Cognitivo-Comportamental pelo Instituto WP e Especializando em Sexualidade Humana pelo Child Behavior Institute (CBI of Miami). É sócio fundador do Instituto de Teoria e Pesquisa em Psicoterapia Cognitivo-Comportamental (ITPC). Membro do grupo de pesquisa Relações Interpessoais e Habilidades Sociais (RIHS) da UFSCar, do grupo de trabalho Relações Interpessoais e Competência Social, da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia (ANPEPP), e do Grupo de Estudos em Prevenção e Promoção da Saúde no Ciclo de Vida (GEPPSVida) da Universidade de Brasília (UnB). Supervisor da prática clínica em Terapia Cognitivo-Comportamental e professor convidado de cursos de especialização em terapias cognitivo-comportamentais. Autor do Baralho das habilidades sociais conjugais (Sinopsys, 2018) e organizador dos livros: Terapias Cognitivo-Comportamentais: analisando teoria e prática por meio de filmes (Sinopsys, 2018), Terapia do esquema para casais: base teórica e intervenção (Artmed, 2019) e Terapias Cognitivo-Comportamentais para casais e famílias: bases teóricas, pesquisas e intervenções (Sinopsys, 2020). DADOS TÉCNICOS ISBN: 978-65-992468-0-7 Cartões: 100 Ano: 2021

    Deixe seu comentário e sua avaliação







    - Máximo de 512 caracteres.

    Clique para Avaliar


    • Avaliação:
    Enviar
    Faça seu login e comente.